domingo, 10 de julho de 2011

RESTAURANTES EM AMSTERDAM

 

Restaurantes em Amsterdam
Você tem fome de quê?

Pra quem curte a boa mesa, aprecia uma comida saborosa feita no capricho e com bons ingredientes, elaborada com paixão e coração, possivelmente também gosta de variar de lugar experimentar novos sabores e combinações. Eu adoro isso!
Certamente a busca por novos lugares também faz parte dessa espécie de jogo. Escolhas, acertos e erros, tentativas e tentações. Um exercício de experimentações onde uma gama de nomes sugestivos funcionam como um agente disparador do apetite - ou da gula, santo pecado!
Nomes exóticos, misteriosos, e pomposos às vezes. Sim, o mundo da gastronomia tem que cultivar seu charme.
Lá vamos nós numa aventura pelo reino da culinária: fusion food, tartar, custard, antipasto, Bouquet garni, souflé, Mediterranean food e così via...
Bem, eu como faço parte da turminha que gosta de comer bem, buon gustaio como dizem os italianos, sempre tô procurando novas experiências gastronômicas pra nos deliciarmos. E assim sempre atenta nas dicas e opiniões de quem já provou as delícias da mesa dos inúmeros restaurantes de Amsterdam.
Por esse motivo gostaria de compartilhar alguns restaurantes da cidade, mas isso é uma opinião e apenas uma entre tantas. Afinal os paladar e gosto das pessoas varia e muito. Como referência posso dizer que prefiro os sabores simples, aquele mix de temperos que pra discernir o gosto de cada ingrediente. Ou de saborear o resultado de misturas bem feitas. Muitas vezes é legal ler os comentários no guestbook de cada restaurante (quando eles oferecem no website) pra dar uma média do que os freqüentadores acharam do local, da comida, do atendimento, etc. Às vezes a comida não é nota 10, mas o atendimento e o ambiente são tão agradáveis que vale a pena a visita.

Os restaurantes com um asterisco são bem centrais.
Os restaurantes Moeders, Nomads e Mazzo ficam na mesma rua, perto do centro e da Anne FrankHuis.


LA VINA EXPERIENCE
Testado e aprovadíssimo! La Vina é cozinha mediterrânea, aquele mix de Italia, Espanha e França no que esses países tem de melhor: a culinária. O ambiente é pequeno, poucas mesas e bem charmoso, musica idem. Atendimento super legal, atencioso, alegre e divertido. Fomos atendidos pelo Antonino, um  italiano muito simpático que deu uma atenção carinhosa pra nossa  pequena . Isso faz a diferença pra quem tem filhotes. A comida é deliciosa, aquele tipo de comida elaborada, feita aos poucos, temperada com estilo e arte. Nosso pedido foi: Ossobuco, risotto Milanes e gremolata e Cervo com crosta de castanhas, maçã e espinafre com molho de vinho. Estava tudo perfeito!
Fica na Maastraat uma rua perto da Europaplein, aquela região em frente da RAI. Na Maastraat tem outros restaurantes legais entre eles, e logo em frente do La Vina tem o Il Cavalino.


 *CASA DI DAVID (italianíssimo, meu favorito!)  Super recomendo!
Restaurante tipicamente italiano bem no centro de Amsterdam, no Singel (canal pertinho da Kalverstraat). O restaurante é sempre cheio, portanto programe-se com antecedência e faça a reserva. O local não é grande, assim como a maioria dos restaurantes na cidade, mas o ambiente é agradável, alegre e simples. Os garçons são simpáticos, a maioria italianos (uma época tinha um garçom brasileiro não sei se ainda trabalha lá).
A comida é deliciosa, caprichada e com personalidade. O antipasto Antipastissimo alla David per 2 serve muito bem e é delicioso com vários tipos de iguarias italianas. O menu é amplo com vários tipos de massas e molhos. Carnes e peixes também são ótima escolha. O tamanho dos pratos serve bem, mas pra quem come bastante um antipasto é boa pedida. Preço honesto, na média.


*SINGEL 404
Pequeno restaurante/café que fica bem central. Aberto somente das 10:30 as 18h. A comida para o almoço é tipicamente holandesa, ou seja sanduíches. Um cardápio amplo a variado, com porcões grandes e preços camaradas. Tradicionalmente frequentado por jovens universitários, está sempre cheio na hora do almoço. Chegue antes do meio dia. Mesas na beira do canal.

DE VERANDA
O restaurante já faz parte da paisagem do Amsterdamsebos, o maior parque verde da cidade (que na verdade se espalha por Amsterdam e Amstelveen). Fica na entrada principal do parque. Espaçoso e agradável do tipo child friendly. Ou seja, se você tem cirança(s) fique á vontade pra trazê-los aqui, o lugar recebe bem os pequenos, tem inclusive cardápio especial para eles. O espaço é dividido entre uma brasserie e um restaurante. A brasserie serve pratos rápidos como lanches mas também algumas outras opções como massa, peixe, carne, saladas. É um lugar despojado onde você também pode ir somente para um drink se preferir. Aberto para o café da manhã, almoço e jantar.
Aberto nos dias de semana a partir das 9:00h e nos fim de semana a partir das 11:00h. O restaurante tem uma proposta diferente. Um menu fixo com 5 pratos. Está aberto de terça a sábado a partir das 18:00h.

BELLA VISTA
Típico italiano, tocado por italianos. Comida super boa, atendimento impecável. Fica na região sul - numa ruazinha charmosa com várias lojinhas legais. Recomendo reservar antes.
Johannes Verhulststraat 156.
1071 NP - F. 020 671 3888

*PASTA FACTORY
Super conveniente pela localização + qualidade+ preços. As massa são frescas e deliciosas. O local é pequeno com poucas mesas internas, não aceita reservas.

BAZAR
Fica na rua agitada do mercado AlbertCuyp Market. Mercado tradicional de rua de Amsterdam, do qual falei aqui. A comida é de inspiração norte africana, iraniana e turca. Um mix dessas cozinhas te levam a um passeio pela gastronomia árabe. O prédio uma antiga igreja também tem seu charme.

IL CAVALINO
Restaurante de comida italiana. Comida saborosa, ambiente simples com mesas na área externa, disputadas em dias de sol.


*PIANETA TERRA
A proposta do restaurante funciona com preços fixos segundo uma escolha de 3 pratos ou 4 pratos ou 5 pratos ou menu surpresa.
Segundo o sistema italiano o menu apresenta-se dividido dessa forma: Antipasto, Primo piatto, Secondo piatto, Contorno, Dolce ou Dessert, Fruta, Caffé e Digestivo. (Ufa! Quem pode com tanta comida?!)
No Primo estão as massas/risotos, no Secondo as carnes/peixes/aves, Dolci a sobremesa e Contorno acompanhamento.
Isso significa que na escolha de 3 pratos você poderá optar por um antipasto+primo+secondo ou 4 pratos primo+secondo+dolci+formaggio. Ou da forma que preferir a combinação. As porções de c/ prato são pequenas obviamente porque você saboreia tipos diferentes de comida. Mas no total são muito satisfatórias.
Três Italianos são os proprietários (o chef e dois deles que servem as mesas, muito agradáveis), portanto a tradição do amor á culinária bem feita e que preza os bons ingredientes são a base da comida. A idéia central da casa é trabalhar com produtos orgânicos e a elaboração das pastas e pães é feita artesanalmente. Atendimento simpático e cordial.
As massas são destaque assim como os doces, a carne vermelha deixa a desejar no quesito sabor e preparo.
Os preços variam: 3 pratos 37,50eur, 4 pratos 43,50eur, 5 pratos 49,50eur e menu surpresa 54,50eur por pessoa. Recomendo!

Fiquei muito curiosa pra ir nesse restaurante por causa do Jamie Olivier, que é o jovem proprietário do Fifteen. Jamie sustenta uma causa nobre a favor da boa comida, diga-se comida saudável sem grandes complicações. Seu trabalho é dedicado a essa causa e ele já conseguiu grande mudanças nas escolas públicas do UK, entre outras tantas conquistas na área. Obviamente ele é um homem de negócios, um empreendedor visionário e ganha muito dinheiro com seu negócio, mas as mudanças que suas idéias podem provocar no cidadão comum já são suficientes para que eu as aprove.
A história do Fifteen começou em 2001 quando Jamie decidiu abrir um restaurante de treinamento para 15 jovens sem formação profissional completa a fim de oferecer uma profissão a esses jovens. A idéia deu super certo e assim surgiram outros Fifteen espalhados mundo afora.
O Fifteen de Amsterdam vale a pena a visita. Fica próximo a Centraal Station.
A comida é saborosa, elaborada, os ingredientes de qualidade. O anti pasto é bem servido com destaque para uma berinjela assada com um tempero misterioso, mas muito bom. O prato de lagosta é minúsculo nem com o tagliarinni que o acompanha serve bem uma pessoa que come bem. Precisa de complemento. Já o prato de ravióli dá conta do recado em quantidade e especialmente em sabor. Aprovado!
O Fifteen fica num prédio na Piet Heinkade que é a mesma rua que passa atrás da Centraal Station (só muda de nome). Tem um pátio na parte de trás que dá para o IJ (lago IJ) com algumas mesas do lado de fora. A atmosfera do restaurante não é muito acolhedora, por seu próprio estilo.  Um grande espaço com pé direito alto, decoração despojada e casual. Bonito, porém impessoal. Atendimento estilo holandês, sem grandes diferenciações. Preço na média dos restaurantes dessa categoria.





Proposta diferente e original em Amsterdam: aqui os garçons e garçonetes dão um show á parte. De tempos em tempos eles fazem uma pausa e cantam óperas, clássicos, pop, musicais, etc. Dependendo do dia também tem show de dançarinas do ventre. A decoração é bem rococó com cortinas vermelhas, lustres e velas. A casa é sempre cheia, muito animada e também freqüentada por turistas obviamente. O menu trabalha com um preço fixo de 37Eur p.p o que significa um Buffet de antipasti á vontade (bem farto) + uma pasta á escolha. Menu especial para grupos a partir de 10 pessoas.
A comida é boa, mas não elaborada, com personalidade, algo parecido com uma fórmula. O Buffet de antipastos é legal e tem escolhas variadas de salada fria de pasta com pesto e beringela, frutos do mar, carpaccio, vitello tonnato, funghi, etc.
Preço honesto e diversão garantida!

*INCANTO ITALIAN RESTAURANT
Bem no coracao de Amsterdam, no Amstel (final da Kalverstraat atravessando a rua em direcao a Waterlooplein). Comida deliciosa, ambiente agradável.


TANUKI RESTAURANT - em Amstelveen -  Super recomendo!
Indicado por amigos japoneses o Tanuki serve cozinha tradicional japonesa (segundo a colonia japonesa residente em Amstelveen) O Tanuki è sinonimo de comer bem e porcoes generosas. O preparo dos alimentos segue a tradição da culinaria do Pais do Sol Nascente. A qualidade dos sashimis, o corte, os tempurás crocante e enxutos, os teriakys, enfim, uma comida sem muita mescla ocidental. Preço na média da categoria.
*a partir de Amsterdam tram 5, parada Binenhof, ultima parada. Siga sempre em frente, no final do do shopping à esquerda (4min de caminhada).

A chegada impressiona. Decoração clássica primorosa, elegante. Atendimento impecável, longe dos padrões locais. Atenção, simpatia, delicadeza e um clima de sinta-se em casa. Com crianças, perfeito! 
Mas vamos ao que importa, a comida. Desapontamento essa seria a palavra. Enquanto eu comia eu pensava: “como é fácil ganhar dinheiro assim”. Nada de especial ou de acordo com as expectativas. As porções são minúsculas, pra quem come bem dois pratos na certeza e sobra espaço pra sobremesa, pro café e pro amaro. Não recomendo. Preço ligeiramente acima da média.

*ANTONIO'S RISTORANTE ITALIANO (Leidsekuisstraat, 20-22/ 12h às 23h)
Bem localizado pra quem tá perambulando pela Leidsenplein. Fica numa ruazinha paralela à Leidsestraat (rua de comércio que liga a Leidseplein ao centro). O Antonio's é um restaurante que fica na área turística mas oferece uma comida legal por um preço honesto, duas coisas que não vem junto em áreas com fluxo grande de turismo. Não espere um italiano típico, mas dá pra quebrar o galho. Seguindo pela Leidsesstraat entre na segunda rua à direita depois da loja H&M da Leidseplein.

*MAOZ Vegetarian
O Maoz nao é propriamente um restaurante, mas entra na categoria pra quem prefere algo mais rápido. Pra quem prefere comer sem perder muito tempo (e não se importa com muvuca) essa é uma opção gostosa e barata. Um tipo de fast food com proposta saudável. O tradicional falafel comida de origem árabe: bolas feitas de grão de bico fritas (ou empanadas) que são servidas dentro de um pão bem fino (pão pita) com outros complementos dentro do pão como saladas, legumes, molho de tahine, yogurte, etc. Pode ser considerado um substituto para a carne já que as bolinhas de falafel se "parecem" com bolinhas de carne e são nutritivas. Tem várias Maoz em Amsterdam - as mais centrais: na Muntoren - final da Kalverstraat vindo da DAM, cruze a rua à esquerda, logo do outro lado da rua. Outra na Leidsesstraat, 85;  O falafel da MAOZ é gluten free uma excelente opção pra quem é alérgico ao gluten.

DJAGO RESTAURANT (restaurante indonésio)
O mais tradicional de comida indonésia que já fui até agora. Inclusive o cardápio é todo em indonésio com apenas algumas pistas em holandês. Ajuda mais do que bem vinda do atendente. A comida indonésia é inventiva e rica em sabores, texturas, cores e temperos. Brinca com todos esses componentes na elaboração do pratos. A comida mais típica oferecida pelos restaurantes indonésios são as tábuas de arroz (rijsttafels). Na verdade uma adaptação holandesa. Um prato que vem da época em que a Indonésia era colônia da Holanda. Os holandeses inventaram a rijsttafel como um prato multisabores com um pouco de tudo da comida indonésia. Assim podiam mostrar aos visitantes estrangeiros toda a riqueza gastronômica de sua colônia. Uma combinação de diferentes sabores que vem em pequenas porções. Há combinações de 10, 12, 15 e até 40 diferentes comidas. As texturas são algo curioso na culinária indonésia, coisa que deve ser apreciada com atenção e delicadeza. Crocantes, macios, lisos, gelatinosos, duros, aveludados, etc. Uma combinação aliada aos sabores e temperos dos mais leves aos mais picantes. Sem dúvida uma culinária muito interessante, principalmente do ponto de vista de uma artista.Fica perto da Rai Centro de Convenções. Tram 4 a partir do centro.

*KANTJL &THE TIJGER (restaurante indonésio)
A vantagem do Kantjil é que fica bem central, no coração da cidade. Mais precisamente na Spui onde inevitalmente todo turistando passa, pelo menos bem perto. Não é tão tradicional quanto o Djago, mas a comida é gostosa. Talvez por ficar numa região mais central tem um fluxo maior de pessoas. Outra vantagem é que serve almoço, com um cardápio mais reduzido: (2 opções de rijsttafel e outros pratos avulsos).

*SUMO RESTAURANTE
Comida Japonesa no estilo all you can eat. O menu tem uma ótima variedade de opções com sushis de diversos tipos: niguiri, sushi maki, hosomaki, teppanyaki, tempura, yakitori, pratos quentes como noodles e arroz, grelhados, saladas mix com frango, sashimi ou kani, misso, etc. Pra quem não curte muito os peixes crus mas quer acompanhar alguém também tem opções de carne vermelha ou de frango picadas e grelhadas, legumes, cogumelos, peixe grelhado, espetinhos de camarão, frango, etc.
O sistema dá direito a cinco rodadas por pessoa/5 itens cada rodada. No sistema da casa todos que sentam na mesma mesa devem optar ou por rodizio ou menu. 
O ambiente é agradável e espaçoso, meia penumbra.
O site do restaurante oferece o download do menu com fotos das comidinhas.
Sashimis não incluídos.

O rodízio tem preços fixos no almoço e jantar.
Almoço (2ª a dom)  Eur17,50 – 12h as 17h
Jantar (2ª a 4ª)        Eur 24,20 –17h as 22h
Jantar (5ª a Sab)     Eur 25,50 –17h as 23h
           (Dom.)           idem        - 17h as 22h

*Restaurante em Amsterdam, Den Haag, Haarlem, Hilversum, Rotterdam.

*Teppanyaki – prato quente preparado numa chapa (tepan) que pode ser legumes, carnes, peixes, cogumelos.
*Tempura – vegetais, camarões, peixes, etc, são fritos com uma fina camada de empanado.
*Niguiri – bolinho de arroz japonês com algo sobre: peixe cru, camarão levemente ao bafo, polvo, omelete, cani kama, etc.
*Yakitori –espetinho de frango com molho agridoce.
*Maki sushi - tradicional enroladinho de arroz japonês envolvido em alga e recheado com as mais diferentes iguarias: peixe cru, omelete, pepino,, etc, etc.
 *Uramaki- a alga fica dentro
* Hosomaki – enroladinho de arroz e alga + atum (Tekkamaki) ou pepino em tiras (Kappamaki).
* Futomaki- rolinhos grandes
*Temaki – cone de alga com diferentes recheios
*Gunkanzushi – um bolinho de arroz ovalado com um tipo de recheio no topo, que pode ser algas, ovas de peixe, etc.
*Guioza: tipo de pastelzinho recheado cozido na água.

DE OUDE SMIDSE   Super recomendo!

O conjunto de tudo que é importante para um bom restaurante: local, comida, atendimento. Preferencialmente vá no verão, então você vai poder usufruir da área externa do restaurante que fica na beira do  maravilhoso Amstel. A vista é linda enquanto você aproveita os bons prazeres da mesa os barquinhos passam logo ali do seu lado.
A comida: o menu é enxuto, quase uma fusion food, um mix de culturas. No caso holandês, francês e um toque da culinária internacional.
As porções são generosas e servem muito bem. Destaque para a carne vermelha (steak The Old Forge) e salmão.  
Os sabores ficam bem evidentes porque bem combinados, dá pra perceber a delicadeza e harmonia na escolha dos ingredientes. Não é mais do mesmo, e vale o custo benefício, embora o preço fica na média dessa categoria. Super!



                               DE OUDE SMIDSE Restaurant (varanda com vista para o Amstel).



RESTAURANT KEIZERGRACHT 238
Fomos nesse restaurante no Restaurant Week, a semana promocional dos restaurantes aqui na Holanda. A especialidade são os grelhados. Menu enxuto. O lugar é bem agradável, depois que você está lá dentro fica imaginando como aquela portinha tão sem graça esconde um ambiente surpreendente, assim como muitos lugares na cidade. A comida do dia (por ser a semana Restaurant Week) oferecia um menu fixo diferente no almoço e no jantar, numa combinação de três pratos. A comida é deliciosa, bem feita e estilosa. Porções consideráveis que satisfazem até mesmo os mais comilões. Recomendo!

*BIRD  (cozinha Tailandesa com certeza!)  Super recomendo!
Dica #1 - chegue cedo! o que significa que se bobear você vai ficar na fila que se alonga pela Zeedijk tal é a fama do Bird. Mas vale a pena esperar que o restô não decepciona, garanto! O cardápio é enorme, as opções são para todos os gostos: carnívoros, vegetarianos, amantes de frutos do mar e assim por diante. Os currys são deliciosos, escolher entre tantas opções é tarefa difícil principalmente pra quem vem pela primeira vez. Aliás a especialidade da casa são os currys vermelho e verde combinados com carne vermelha ou frango ou peixe ou camarão ou carne de porco. Os vegetais também saõ abundantes e estão presentes nas saladas (deliciosas) nos starters e nos principais.  As porções são enormes e servem muito bem os mais comilões. Quer algumas dicas de pratos? Já testamos o seguinte: 23.Koeng Pad Ped; 82. Nua Sawan; 57.Mi Tjee; 24. Koeng Pad Pak Luom Mid; 43. Kai Pai Ped. Todos os pratos vem acompanhados de uma porção de arroz. Os pratos além do nome são numerados portanto na hora de fazer o pedido apenas cite o número de seu prato.
Dica #2 - peça pra ver o menu de fotos dos pratos, dá uma idéia do que você vai comer sem surpresas.
Dica #3 - dá uma olhada no menu que tem disponível no site do Bird, só de ver as fotos já dá pra ter uma idéia da comida.



                                          fotos from Bird website


                                         
                                          foto by Monica Cella


Comida japonesa também no conceito all you can eat (o tradicional rodízio no Brasil). Como todo restaurante do gênero não espere delicados sushis e sashimis feito com arte. O restaurante é bem no coração da Spui, centralíssimo. Portanto sempre lotado, rotatividade alta. Entre erros e acertos na entrega dos pratos você pode se divertir e se lambuzar com as delícias da cozinha japonesa. O sistema funciona com 5 rodadas por pessoa com direito a 5 itens cada, sendo que alguns itens contém até 3 peças. È muita comida pra pouco estômago. Sorvete de chá verde, gergelim (delicioso!) e baunilha inclusos.
A escolha do tipo de Menu (abaixo) é por mesa não pode ser por pessoa. Cada pessoa na mesa será cobrado o valor equivalente ao menu escolhido.

Almoço (12h as 16h/ ultimo pedido as 15:30h)
Menu básico: Eur 16,80 p/p
Menu Luxo: Eur 20,80 p/p
Jantar (17:30h as 23h/ ultimo pedido 22h)
Menu básico: Eur 21,80 p/p
Menu Jantar: Eur 25,80 p/p
Crianças (4-8 anos) Eur 9,80
               (9-12 anos) Eur15,80
+65 anos Eur 18,80

 *Menu básico são todos os sushis e pratos quentes
*Menu Luxo oferece sashimis á vontade + alguns pratos diferentes

HELDEN 
Estilo Eat Café tipicamente holandês. Depois de um dia inteiro andando de bike paramos ali porque o lugar convida: o restaurante tem uma estrutura externa com mesas e alguns sofás cobertos com almofadas coloridas bem agradável pra relaxar, tomar uns drinks. Na medida certa pra um dia de verão. A comida foi uma deliciosa surpresa, pois agradou em sabor e qualidade. Preços na média. Atendimento idem.




*MOEDERS (Mães em holandês) super recomendo!
Uma linda homenagem a todas as mães! Assim é o Moeders.
Tipicamente holandês, na comida e na decoração (e eu nem imaginava encontrar um restaurante com comida holandesa).
O Moeders tem uma historinha: quando inaugurou em 1990 o proprietário pediu que cada convidado trouxesse seu prato, copo e talheres. Assim com tudo diferente as mesas ainda são postas hoje em dia. A partir daquela data ele começou a colecionar fotos das mães que freqüentavam o lugar. A decoração é acolhedora, meio retrô com panelas, latas antigas, vasos, varalzinho com direito até a sutiã, jarros e todos os tipos de objetos antiguinhos. È uma graça! A comida é super caseira e deliciosa. Você pode pedir um prato que tem um pouco de cada iguaria da cozinha “dutch” chama-se Hoofdgerechten van Corrie* :: picadinho de carne com molho, repolho roxo cozido, purê de maçã, peras assadas com molho de vinho, batatas assadas com casca, lingüiça defumada. O molho do picadinho é super elaborado com um toque de cravo e vinho. Atento para o preço desse prato sugerido*: 19Eur para duas pessoas!

Super recomendo!








Restaurante italiano, na regiao do Oud Zuid. Comida deliciosa, pizza idem, precos honestos.


IJSCUYPJE (sorvetes deliciosos) Super recomendo!
A sorveteria é holandesa mas o sabor é veramente italiano! Super! Todos os sabores valem a pena, mas morango e pistache eu amo. Agora tem várias sorveterias espalhadas pela cidade. 
Prinsengracht 292
Heiligeveg (ruazinha transversal da Kalverstraat no centro; a Kalvertoren tem uma lateral que sai bem em frente a sorveteria)
Eerste van der Helstraat 27
Haarlemmerdijk 14
Amstelveensweg 218
Kleine Hooutstraat 5 ( na cidade de Haarlem)

GREENWOODS
Tradicional cafe estilo inglês. Sanduíches e saladas, sopas e tortas. As porcões são ótimas, o ambiente é acolhedor e os preços são honestos. Dois lugares na cidade: Singel 103 e Keizergracht 465.

OMELEGG
A especialidade da casa é omelete. Com vários recheios e sabores. O ambiente é rustico com um certo ar de fazenda. As omeletes sao deliciosas e as porcões grandes. Para um lanche ou almoço cai muito bem. Fica na regiao do De Pijp onde tem o AlbertCuyp Market. 

L' OZIO 
Italiano com atendimento holandês. Não espere grande coisa mas dá par quebrar o galho, especialmente se estiver pela área do AlberCuyp market e bater aquela fominha.

VANDAAG
Conceito diferente - sistema de buffet para servir-se a vontade. Varias ilhas com comidas diferentes, grill, massas, peixe, legumes, saladas, etc. Sobremesa e algumas bebidas inclusos. Restaurante com ambiente espaçoso, local de brincar para crianças. Child-friendly ou para famílias grandes e grupos de amigos.


REVAN TURKISH RESTAURANT
Fomos apresentados a esse restaurante por amigos da Turquia, segundo eles o melhor restaurante turco de A’dam.
A cozinha turca é considerada uma cozinha rica e de muita personalidade: sabores, condimentos, variedades de ingredientes e criatividade nas combinações. È uma cozinha generosa e farta.
Recebeu ao longo de sua história (nada menos do que 3000 anos...) influências diversas. Três impérios passaram por suas terras, cada um deixando sua marca na culinária. Dá pra ter uma idéia do que isso significa? Sua posição geográfica privilegiada entre oriente e ocidente deu aquela pitada exótica tão característica.
A comida: optamos (por sugestão dos amigos turcos) por pequenas porções de diferentes iguarias, quentes e frias: MEZE (meh-zeh, em turco). As porções são generosas e dá pra experimentar uma variedade de sabores e misturas típicos dessa culinária. Melhor ainda se estiver com um grupo de pessoas porque você então poderá pedir diferentes tipos de entradas. Todas são deliciosas! Pra quem curte experimentar novidades, vale super a pena.
Como prato principal pedimos uma carne, que eu só provei um pedacinho porque preferi ficar só nas porções anteriores que dão conta do recado muito bem.
Destaque especial para um doce chamado Künefe que é de-li-ci-o-so. Não dá pra esquecer o famoso Baklava, docinho típico com pistache e calda de açúcar. 
Também prove a tradicional bebida turca chamada Raki, é uma aguardente de anis que deve ser misturada com água gelada (alto teor alcoólico). Costuma acompanhar esse tipo de refeição.
Prove também o chá turco (a bebida mais popular da Turquia) e o café turco, bem diferente do tradicional.
Ah! Esquece a dieta vai...



MANZANO RESTAURANT
Os deliciosos tapas espanhóis: pata negra, queijos espanhóis, tapenades, frutos do mar, pães, etc.

MAZZO
mapa: http://goo.gl/maps/e0ogk
O conceito do mazzo é um local onde você se sinta em casa, confortável. A decoração o espaço amplo e a cozinha à vista trazem um certo clima doméstico ao ambiente. A comida predominante é a culinária italiana, pizzas, risotto, massas. Indicado pra quem tem filhos pequenos o Mazzo é um restaurante child friendly. Tem uma área nos fundos dedicada aos pequenos. Também uma sala reservada para reuniões mais privadas tipo aniversário, etc. Recomenda reserva com antecedência. Comida gostosa.

BRASSERIE DE WITTEVEEN
Mesmos proprietário  do Mazzo, a Brasserie segue o estilo. Fica no De Pijp.

GULLUOGLU (Café/confeitaria turco)
Se quiser apenas provar algumas das delícias da culinária turca, como um lanche, doce, café ou chá o Gulluoglu (pronuncia-se +- gulhiôlu).
O local é uma espécie de Café/confeitaria que serve pratos rápidos e lanches, os doces típicos, café e chá turcos. 
Prove os doces Baklava Kadayif, assim como o Simit um pãozinho coberto com gergelim, a Turkse hartige taarten uma espécie de lasanha, camadas de massa fininha recheada com queijo, Lokum um docinho tipo uma gelatina mais dura, coberto com açúcar fininho.



O Café fica bem no centro pertinho da Muntoren e do Mercado Flutuante de flores (Bloemenmarkt).
*Fotos de  Kadayif e Baklava, from GULLUOGLU's Website.



 NONNA PEPA
Delivery de massas, entrega em casa. Variedade de massas e molhos.
Este ainda não provei. È dica da minha amiga Sonia que recomenda com louvor, já provou algumas vezes e diz que a comida vale a pena.


SPRING
O restaurante se auto denomina Cozinha Internacional. Mas fica evidente a tendência ao Nouvelle Cousine. O termo se refere a um estilo de preparar os alimentos desde a técnica usada até a apresentação do prato. Uma cozinha de arte. A ênfase também fica por conta dos ingredientes usados, sempre da estação, alimentos leves, molhos de ervas e especiarias. Tudo bem light. Começando pelo cardápio que é super enxuto, poucas escolhas entre entradas e prato principal.  O visual dos pratos é lindo, delicados, elaborados com arte e capricho. Tudo aqui tende pro minimalismo. Aquele jeitinho de quanto menos melhor (inclusive as porções, que deixam a desejar para os mais comilhões...rss). Uma boa dica é pedir uma entrada + prato principal por pessoa. Só o preço não é minimalista, acima da média.




*Photos from Spring Website:  http://www.restaurantspring.nl 

RESTAURANT SPRING
WILLEMSPARKWEG 177
1071   GZ AMSTERDAM
T. 0206754421
F.0206769414
info@restaurantsrping.nl




No charmoso bairro Jordaan onde muitos restaurantes disputam a atenção dos clientes.
Comida italiana deliciosa! Atendimento perfeito e super simpático dos garçons italianos e da brasileira Gorete.

Restaurante/pizzeria de proprietários napolitanos, veramente italiano! Pizza no forno a lenha, massa finíssima. Massas caseiras com temperos tradicionais da culinária italiana, especialmente da culinária napolitana. Geralmente os ingredientes provém da região de Nápoli na Itália. Um pouco fora da rota habitual, mas de qualquer modo fácil de chegar.

Uma praia na cidade, assim se define o StrandZuid. Apesar de ser bem legal, é claro que não é bem assim. Tem uma área com areia e cadeiras longchair e até uma quadra de volei. O que torna tudo mais charmoso e gostoso mesmo é que fica à beira de um canal e quase dentro do Beatrixpark. A entrada é na área da RAI o  de convenções de Amsterdam, onde acontecem a grandes feiras e congressos, portanto um lugar bem conhecido. Nos finais de semana tem musica eletrônica, mas ferve mesmo nas sextas feiras no happyhour quando o pessoal vem direto do trabalho, de gravata e tudo. Se o caso for um lanche atenção, o sanduíche é enorme portanto se a fome é pouca, vale até rachar com alguém. Super indico pra tomar um drink, um café e jogar conversa fora. Em dias de sol melhor ainda... 


                                   

Um comentário:

  1. Fantastico! Adorei as dicas!!! Vou testar tooodos! Gabi

    ResponderExcluir